Codemig pede incentivo aos vôos do interior do Estado

por Assessoria de Comunicação publicado 24/04/2017 14h50, última modificação 24/04/2017 15h59
24/04/2017

Por iniciativa do Vereador Idelmino Ronivon da Silva (Professor Idelmino) (PCdoB), Presidente da Comissão de Abastecimento, Indústria, Comércio e Defesa do Consumidor, aconteceu na quinta-feira (20), um encontro que reuniu vereadores, a Casa do Empresário de Viçosa, e a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig). Em pauta, a necessidade de incentivo aos voos que atendem a Zona da Mata mineira.

Dentro da proposta de voos, foi criado o Projeto “Voe Minas Gerais”, que visa a Integração Regional de Minas Gerais – Modal Aéreo. O projeto da Codemig, conta com a parceria da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas, e tem como objetivo promover o desenvolvimento econômico regionalizado. Atualmente, 18 cidades mineiras tem ligação com a capital. Para o Diretor de Serviços de Vôos da Codemig, Zito Vieira, que participou da reunião, a Zona da Mata mineira precisa descobrir as facilidades, e comodidade, do serviço: “Operamos com aeronaves monomotoras, confortáveis e seguras. Sem falar na relação custo-benefício, que traz agilidade para os negócios, turismo ou até mesmo quando se trata de assuntos relacionados a saúde.”, ressaltou.

O projeto tem um custo anual de R$ 800 mil, e na Zona da Mata as cidades que podem usufruir do serviço são: Juiz de Fora, Ubá, Ponte Nova e Viçosa. “Estamos visitando essas cidades, e solicitando o apoio e incentivo para a manutenção do projeto. A questão é que se não cuidarmos, teremos que retirar os voos da Zona da Mata”, salientou Zito Vieira. Segundo ele, Ubá e Viçosa estão abaixo da meta, que seria de 40%.

Para o Vereador Idelmino, a questão passa também pela falta de divulgação: “Precisamos conhecer para utilizar, e claro estaremos à disposição para trabalharmos no sentido de incentivar os voos”, afirmou. Outra sugestão do vereador, é a criação de uma Comissão que atue na interlocução com a Universidade Federal de Viçosa (UFV), e demais instituições de ensino superior, empresários, indústrias, e com as cidades vizinhas, com o objetivo de divulgar o serviço.

A Casa do Empresário, representada na ocasião pelo Diretor, Bruno Sabioni, irá realizar um evento com o intuito de estimular esses voos. Ainda como encaminhamentos da reunião estão: a criação de um Plano de Mídia local (Rede Social e Rádio), com vistas a incrementar a divulgação; a motivação para os voos via Codemig (que poderá ofertar preços mais baixos no início); a possível criação de uma política de fidelidade (milhas); parceria com órgãos públicos; e a melhoria da infra-estrutura no local para a espera pelo voo (via Executivo Municipal).

Os vereadores Antônio Elias Cardoso (Tuim) (PSDB), 2º Secretário da Mesa Diretora; Brenda Santunioni (PP), Líder do Prefeito na Casa Legislativa; e Geraldo Luís Andrade (Geraldão) (PTB), participaram da discussão.

Os passageiros que optarem por viajar entre Viçosa e BH pagarão, por trajeto, R$230,00 nas segundas e terças-feiras, e R$250,00 nas sextas. Os voos saem e chegam no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, e são oferecidos de segunda a sexta-feira. Dentre as facilidades, desconto de 10% para compras feitas, com pelo menos, 30 dias; desconto de 20% nas compras para grupos a partir de cinco passageiros (aeronaves de nove lugares), em um mesmo voo; e na compra de ida e volta, desconto fixo de R$ 100 no bilhete de retorno, independente do preço do trecho escolhido.

Também são oferecidos voos entre cidades do interior, como Viçosa-Manhuaçu, Viçosa-Muriaé e Viçosa-Divinópolis. Todos os horários de voos e tarifas podem ser consultados pelo site voeminasgerais.com.br.

 

Texto e foto: Mônica Bernardi

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.