Vereador faz esclarecimentos sobre cassação de mandato

por Assessoria de Comunicação publicado 07/06/2017 10h20, última modificação 08/06/2017 08h19
07/06/2017

O Vereador Edenilson José de Oliveira (PMDB) usou a Tribuna Livre durante a reunião Ordinária da terça-feira (06) para falar sobre a cassação do seu mandato, determinada em primeira instância na segunda-feira (29). O parlamentar, que está recorrendo da decisão, defendeu seu trabalho e sua campanha, e ouviu manifestações de solidariedade e apoio dos colegas.

Em sua fala, o Vereador Edenilson afirmou que sua eleição foi legítima e que não fez uso do Projeto “Ajude-nos a Ajudar”, criado em 2006, como instrumento de campanha em benefício próprio: “Fui eleito com 634 votos graças ao empenho de pessoas que reconhecem o trabalho que venho desenvolvendo há 20 anos como voluntário de causas sociais, e como vereador desde 2013.”, afirmou.

O Presidente da Câmara Municipal, Vereador Carlitos Alves dos Santos (Meio Kilo) (PSDB), assim como os demais que utilizaram a tribuna, declarou insatisfação com a decisão judicial: “Sei que o serviço social realizado por Edenilson é por amor e por respeito, e não por política. Repudio o que está acontecendo”. Edenilson agradeceu o apoio da Casa Legislativa e dos cidadãos que se manifestaram nas redes sociais: “Não vou me furtar de lutar por justiça. Deus sabe do meu trabalho e da minha honestidade.”, finalizou.

O Vereador Edenilson continua no cargo até que a sentença seja transitada em julgado, ou seja, que se esgotem os recursos cabíveis. Nesse caso, o parlamentar terá o mandato cassado e ficará inelegível pelos próximos oito anos. Edenilson recorre no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), alegando que a Promotoria não apresentou provas ou fundamentos para a denúncia.

 

Texto: Cleomar Marin

Revisão e foto: Mônica Bernardi

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.