SINFUP volta a se manifestar sobre reajuste salarial

por Assessoria de Comunicação publicado 05/07/2017 12h17, última modificação 05/07/2017 12h17
05/07/2017

Em mais uma reunião Ordinária com plenário ocupado por servidores municipais em busca dos desdobramentos do Projeto de Lei nº 027/2017, que propõe o reajuste salarial para a classe, a Vice-Presidente do Sindicato dos Funcionários da Prefeitura Municipal de Viçosa (SINFUP), Maria Aparecida de Paiva (foto), usou a Tribuna Livre para reforçar a posição do Sindicato perante a iminência de votação do projeto na Casa Legislativa. O Presidente da Câmara, Vereador Carlitos Alves dos Santos (Meio Kilo) (PSDB), convocou a votação para a segunda-feira (10), em reunião Extraordinária.

Da mesma forma que o SINFUP vem declarando em reuniões anteriores, Maria Aparecida disse que o Projeto nº 027/2017 não contempla o servidor: “não houve avanço em fazer a recomposição da inflação. Muitos servidores estão inadimplentes com o IPTU, não temos um salário digno para cumprir compromissos básicos”. A Vice-Presidente pediu a retomada das negociações entre o Executivo e o Sindicato até que funcionários e Administração cheguem a um acordo satisfatório: “isso tem que ser levado em discussão com o servidor para que acabe essa novela”, disse.

Preocupado com a indefinição da situação e com a Casa prestes a entrar em recesso parlamentar, o Presidente Carlitos Alves marcou uma reunião Extraordinária para a próxima semana, e esclareceu o papel dos vereadores no processo: “a verdade é que nós podemos debater e votar, mas não podemos por emenda. Essa discussão é entre servidores e Município”. O Vereador Idelmino Ronivon da Silva (Professor Idelmino) (PCdoB) comentou a decisão da Mesa Diretora. “Se algum vereador dessa Casa votar esse Projeto, diferentemente daquilo que o SINFUP está solicitando, estará votando contra o servidor”, disse.

Os Vereadores Ronildo Antônio Ferreira (Dj Ronny) e Sávio José (PT) também pediram mais tempo para novas discussões com os funcionários: “temos que prezar pela fala do Sindicato para que a gente possa decidir de forma tranquila o melhor para o nosso servidor”, afirmou Dj Ronny. Sávio adiantou que, caso o projeto entre em votação na próxima semana, sem as respostas demandadas pelo SINFUP, pedirá sobrestamento da matéria. A Líder do Prefeito na Casa, Vereadora Brenda Santunioni (PP), voltou a afirmar o apoio dos vereadores ao servidor municipal. “Caso vote favorável ao Executivo, não posso ser acusada de ser contra o servidor, pelo tanto de negociações e gráficos apresentados pelo Executivo”.

A reunião Extraordinária para discussão e possível votação do Projeto de Lei nº 027/2017 está marcada para a segunda-feira (10), às 11h30 da manhã, dia anterior à última reunião Ordinária antes do recesso parlamentar.

 

Texto: Cleomar Marin

Revisão e foto: Mônica Bernardi

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.