Vereadora concede coletiva de imprensa na Câmara

por Assessoria de Comunicação publicado 09/02/2018 10h14, última modificação 09/02/2018 10h14

A Vereadora Brenda Santunioni (PP) recebeu profissionais da imprensa local para uma entrevista coletiva na quarta-feira (07). Durante o encontro, que aconteceu no Plenário da Câmara, a vereadora fez um balanço do seu mandato, falou sobre as atividades da Casa Legislativa durante o recesso parlamentar e respondeu questões sobre a situação política municipal.

Questionada sobre a conjuntura atual do Legislativo viçosense, Brenda pontuou que o funcionamento da Câmara está aquém do ideal: “fazemos no máximo 30% do potencial que essa Casa tem, principalmente pela falta de coletividade”. A vereadora voltou a defender, como já vez durante o ano de 2017, mudança no Regimento Interno a fim de aumentar o número de sessões Ordinárias para dois encontros semanais.

Brenda Santunioni falou aos jornalistas sobre os dez projetos de sua autoria aprovados no ano passado, seu primeiro como vereadora. “Tenho projetos em diversas áreas e diversos segmentos, assim como fui eleita por diversos segmentos”, disse. As matérias apresentadas pela parlamentar abrangem a proteção aos animais, saúde pública, combate à violência contra a mulher, busca pelo reconhecimento da população flutuante em Viçosa pelo IBGE e valorização da produção cultural local.

A vereadora comentou também sua fala durante a reunião Ordinária da terça-feira (06), quando pediu a saída do Vereador Carlitos Alves dos Santos (Meio Kilo) (PSDB) da presidência da Casa Legislativa. “Pedi dentro da legalidade, das questões éticas e do Regimento”. Brenda alega que o líder da Mesa Diretora toma decisões “a seu bel-prazer”, como a destituição da parlamentar da coordenação da Escola do Legislativo em dezembro do ano passado, decisão da qual afirma ainda não ter sido oficialmente comunicada: “isso é uma grande falta de decoro parlamentar e de respeito com a companheira”, disse.

Na ocasião, Brenda ainda divulgou sua mais recente iniciativa: o projeto “Vereadora na Comunidade”. Após o carnaval, a parlamentar vai marcar dias e horários com os moradores para fazer uma visita aos bairros e ouvir as demandas de cada localidade. “Vou estar nos bairros durante algumas horas do dia, ouvir os moradores e tentar ajudar o Executivo a resolver as questões por meio de indicações. E claro, cobrar”, explicou.

Texto: Cleomar Marin

Revisão e foto: Mônica Bernardi

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.