Vereadores discutem Segurança com novo comando da PM

por Assessoria de Comunicação publicado 26/03/2018 15h46, última modificação 26/03/2018 15h46

A convite do Presidente da Casa Legislativa, Vereador Carlitos Alves dos Santos (Meio Kilo) (PSDB), alguns parlamentares se reuniram na quinta-feira (22) com o novo Comandante da 10ª Companhia de Polícia Militar (PM) Independente de Viçosa, Major Marcelo Monteiro Pimentel, e com a oficial Sargento Ivone Barbosa, para discutir a segurança pública no Município e propor uma parceira mais intensa entre a Câmara Municipal e a PM.

O Major, que assumiu o comando da 10ª Cia há cerca de duas semanas, foi recebido pelo Presidente da Casa e pelos Vereadores Helder Evangelista (Cherinho) (PTC),Vice-Presidente, Antônio Elias Cardoso (Tuim) (PTB), 2º Secretário da Mesa Diretora, Arlindo Antônio Carneiro (Montanha) (PSDB), Geraldo Luís Andrade (Geraldão) (PTB), Idelmino Ronivon da Silva (Professor Idelmino) (PCdoB), Raimundo Guimarães (PSDB), Ronildo Antônio Ferreira (Dj Ronny) (PSC) e Sávio José (PT), e pelo Assessor de Relações Institucionais da Câmara, Wagner Rosado.

Para o Presidente Carlitos, a unidade familiar e a educação são primordiais para evitar que os jovens se envolvam com a criminalidade. “Uma das principais questões em Viçosa é o tráfico de drogas. Esse tipo de problema não se resolve do dia para a noite, por isso essa conversa é importante”. Os parlamentares apresentaram ao comandante as particularidades de algumas regiões da cidade. Os Vereadores DJ Ronny e Tuim destacaram a importância dos trabalhos sociais, especificamente no bairro Nova Viçosa e no Distrito de São José do Triunfo, para manter crianças e adolescentes fora dos riscos que a ociosidade nas ruas pode oferecer.  “Os projetos sociais precisam receber mais apoio. São formas baratas e eficazes de prevenção”, explicou Antônio Elias.

Segundo o Major Marcelo Pimentel, a abordagem da Polícia Militar em Viçosa será feita em diversas frentes, com foco na aproximação comunitária e na prevenção além da atuação em alvos pontuais. “A solução é trabalhar em união com a comunidade. Os vereadores são parte importante de uma rede de proteção, pois conhecem a realidade de suas comunidades e são conhecidos pela população”, disse. O comandante enfatizou a necessidade de incentivar o Disque Denúncia, serviço que recebe de forma unificada todo tipo de informações que possam ajudar na investigação de crimes, por meio do telefone 181 (ligação gratuita).

Texto e foto: Cleomar Marin

Revisão: Mônica Bernardi

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.