Terceirização do serviço de coleta do SAAE volta a ser assunto na Câmara

por Assessoria de Comunicação publicado 25/04/2018 11h44, última modificação 25/04/2018 11h44

O Líder Comunitário Joel de Souza usou a tribuna durante a reunião Ordinária da terça-feira (24) para convidar vereadores e cidadãos para a 2ª Caminhada pela Coleta Seletiva no Bairro Inácio Martins, manifestação em prol da sensibilização pela causa. O cidadão aproveitou a oportunidade para falar sobre a terceirização do serviço de coleta de lixo, tema de discussão na Câmara desde a divulgação, no início do mês, do Edital de concorrência pública nº 001/2018 do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Viçosa (SAAE).

A 2ª Caminhada pela Coleta Seletiva no Bairro Inácio Martins (Grota dos Camilos) acontecerá no sábado (05), às 15h, com concentração em frente à Chácara Flora. Joel de Souza, que coordena um projeto de coleta seletiva da Associação dos Moradores do bairro, destacou, a preocupação com a terceirização dos serviços de coleta, que poderão ou não abranger os resíduos recicláveis. “Bem ou mal, o SAAE cuida da coleta. Já pagamos uma taxa de limpeza na conta de água. A gente chama a atenção da Câmara para não onerar ainda mais o cidadão com a terceirização”, disse.

Durante a palavra livre, os parlamentares voltarem a pedir ações do Executivo quanto à publicação do edital para terceirização dos serviços de coleta e transporte de resíduos sólidos. Na semana passada, a Casa Legislativa aprovou a Indicação nº 181/2018, de autoria do Vereador Idelmino Ronivon (Professor Idelmino) (PCdoB), pedindo a suspensão do certame para esclarecimentos sobre a abrangência, ou não, dos resíduos recicláveis, o que pode impedir o trabalho das associações de catadores na cidade. Na ocasião, também houve manifestação, no mesmo sentido, do Fórum Municipal Lixo e Cidadania (FMLC). Nesta terça-feira, 24, o Vereador Geraldo Luís Andrade (Geraldão) (PTB), apresentou o Requerimento nº 020/2018, solicitando uma audiência pública para discutir o processo, de modo a obter “maior entendimento e apuração mais precisa sobre os tramites do edital”.

Em sua fala, o Vereador Sávio José (PT) cobrou inciativas efetivas para a suspensão do chamamento. “A prefeitura vai manter o chamamento e prejudicar famílias inteiras de catadores? Nós, como Câmara, temos a obrigação de fazer esse debate político e não deixar esse assunto morrer”. O parlamentar falou também sobre a audiência pública proposta pelo Vereador Geraldão, com data possível para as 18h do dia 10 de maio. De acordo com o edital do SAAE, a abertura das propostas das empresas interessadas está marcada para a manhã do dia 10, ou seja, as discussões da audiência serão “pouco resolutivas”, apontou Sávio, caso o prazo do certame continue em vigor.

Apesar de aprovado durante a reunião Ordinária, Geraldão informou que irá reavaliar se mantém o Requerimento nº 020/2018.

  

Texto: Cleomar Marin

Revisão e foto: Mônica Bernardi

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.