Vereador denuncia atuação de taxistas de outras cidades em Viçosa

por Assessoria de Comunicação publicado 10/05/2018 16h51, última modificação 10/05/2018 16h51

O Vereador Geraldo Luís Andrade (Geraldão) (PTB) enviou à Diretoria de Trânsito do Município (Diretran), aprovada durante a reunião Ordinária da terça-feira (08), a Indicação nº 224/2018, em que solicita que sejam averiguadas denúncias de que taxistas de outras cidades têm exercido a função em Viçosa. A Lei Municipal nº 2.345/2013, que regulamenta o serviço, rege que apenas pessoas que obtiveram a permissão do Município por meio de licitação podem atuar como taxistas na cidade, tornando as corridas feitas por condutores de fora clandestinas. A lei foi originada a partir de projeto substitutivo do então vereador Lidson Lehner, atual Diretor de Trânsito.

Na Indicação, Geraldão aponta que os carros de outras cidades operam em Viçosa em condições desiguais, já que não se submetem às regras e podem oferecer um preço menor ao passageiro.  “Além do evidente risco à atividade do transporte de táxi na cidade, é imperativo notar o risco aos cidadãos, que se expõe a ‘profissionais’ cuja qualificação, confiabilidade e antecedentes não são conhecidos e nem fiscalizados”, escreve o vereador. A legislação municipal prevê, entre outras obrigações, que o condutor se atualize constantemente, bem como mantenha o veículo dentro das especificações, além de proibir o exercício da função em outros municípios enquanto mantiverem vínculo com o serviço de táxi em Viçosa.

Geraldão pede ainda que a investigação seja feita em parceria entre a Diretran, DEER/MG (Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais), DETRAN/MG (Departamento Estadual de Trânsito) e Conselho Municipal de Trânsito, “para que a situação seja controlada e o serviço de táxi continue servindo ao cidadão com qualidade, legalidade e confiança”.

 

Texto: Cleomar Marin

Revisão e foto: Mônica Bernardi

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.