Vereador apresenta Moção pelo atraso no pagamento de professores

por Assessoria de Comunicação publicado 27/06/2018 09h10, última modificação 28/06/2018 09h23

A Câmara Municipal enviou Moção de Repúdio ao Governo do Estado de Minas Gerais devido ao atraso no pagamento dos professores da rede estadual. A Moção nº 014/2018, de autoria do Vereador Helder Evangelista (Cherinho) (PTC), Vice-Presidente da Casa Legislativa, foi aprovada por unanimidade durante a reunião Ordinária da terça-feira (26), e recebeu a assinatura de todos os parlamentares, com exceção do Vereador Sávio José (PT), que justificou a decisão durante a sessão.

De acordo com o documento enviado ao Governador Fernando Pimentel (PT), os servidores, ativos e aposentados, vem recebendo o pagamento parcelado e atrasado. “O servidor não merece continuar a viver com tal insegurança, vendo mês após mês o governo pagar os salários e aposentadorias na data e na forma que bem entende”, escrevem os parlamentares. A moção enfatiza que o atraso no pagamento dos professores resulta em acumulação de dívidas e juros, e abala a dignidade dos servidores.

Durante a reunião Ordinária, o Vereador Helder, Presidente em exercício durante a sessão, defendeu o requerimento e fez novas críticas ao governo do Estado. “Esse governo tem que ter um pouco mais de responsabilidade com a educação. Sem o professor não se forma outros profissionais para a nossa sociedade, será que esse governador não enxerga isso?”, disse.

Apesar de ter votado a favor da Moção, o Vereador Sávio não assinou o documento. Na tribuna, o parlamentar manifestou apoio aos servidores estaduais e explicou o motivo de não ter subscrito o texto. Segundo Sávio, a redação foi “mal escrita e com sentido eleitoreiro”. O vereador destacou que sua não assinatura no documento não refuta suas lutas ao lado dos professores: “os professores me conhecem da luta do Sindicato, das manifestações de rua por educação de qualidade, então eu não preciso assinar um papel para eles saberem se sou ou não a favor do pagamento”.

 

Texto e foto: Cleomar Marin
Revisão: Mônica Bernardi

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.