Autarquias esclarecem questões financeiras

por vca — publicado 24/02/2016 14h57, última modificação 11/03/2016 12h08

Durante a reunião ordinária da terça-feira (23), foram convidados a participar o Presidente do Instituto Municipal de Assistência aos Servidores (IMAS), Marcos Willian Fórneas, e o Diretor Administrativo, Dênio José Viana, bem como o Presidente do Instituto de Previdência Municipal dos Servidores do Município de Viçosa (IPREVI) Edivaldo Antônio da Silva Araujo, e o Diretor Previdenciário Evair Barbosa de Souza, por meio do Requerimento nº 001/2016, de autoria do Vereador Idelmino Ronivon da Silva (Professor Idelmino) (PCdoB).

O convite teve como objetivo divulgar informações sobre a questão financeira das autarquias no que diz respeito aos repasses da Prefeitura Municipal durante o ano de 2015 até a presente data.

O Vereador Idelmino falou sobre a importância da transparecia das autarquias e do papel fiscalizador do Legislativo: “Eu poderia solicitar a documentação e fazer uma análise, mas existe um peso muito grande quando o presidente da autarquia se coloca para a população”.

Foi solicitado aos presidentes das instituições que fizessem uma parcial sobre como foram os repasses do executivo e se houve atrasos e prejuízos. De acordo com Marcos, Presidente do IMAS, “até o mês de julho os pagamentos foram feitos regularmente, mas a partir daí começaram os atrasos”. Ele explicou ainda que “em Dezembro houve a quitação do debito, não tendo avanço de dividas de 2015 para 2016”.

Já Edivaldo, Presidente do IPREVI, explicou que a autarquia é construída por dois fundos. “O fundo previdenciário fechou com superávit. O financeiro há uma insuficiência, mas o Executivo vem cumprindo com as suas obrigações”, destacou.

Durante a reunião foi questionada a saúde financeira das autarquias. A titulo de esclarecimento a Presidente da Câmara Vereadora Marilange Santana Pinto Coelho Ferreira (PV) declarou que fez todo o acompanhamento do debito em relação ao IMAS. “Conversei por diversas vezes com a Secretária de Finanças, Eloísa Helena Duarte, e soube que há contato direto com o Presidente do IMAS, sendo o dialogo constante entre Executivo e IMAS”.

A Presidente da Câmara ainda falou sobre a importância da responsabilidade do legislativo em fiscalizar, e que “a consulta ao site de transparência do IMAS, do IPREVI e da Prefeitura deve ser um hábito, pois também é uma forma de fiscalizar”. Marilange informou que a documentação entregue pelas entidades está à disposição para a consulta dos interessados.

 

 

Texto: Lidiany Duarte
Revisão e foto: Anna Gabriela Motta