Vereador questiona a situação dos vendedores ambulantes em Viçosa

por Assessoria de Comunicação publicado 12/05/2016 11h11, última modificação 12/05/2016 11h11

A situação dos vendedores ambulantes no Município de Viçosa foi assunto durante a reunião Ordinária da terça-feira (10). O Vereador Paulo Roberto Cabral (Paulinho Brasília) (PTC) ocupou a Tribuna para levantar a discussão sobre o tema. Segundo o Vereador, os comerciantes de rua viçosenses foram proibidos de realizar o trabalho informal, mas, comerciantes de outros locais vieram para o Município e estão trabalhando normalmente.

No ano passado, alguns comerciantes se declaravam insatisfeitos com os ambulantes no Município e solicitaram uma intervenção junto ao Executivo para analisar a situação. Eles alegavam que o espaço público estava desorganizado e sujo. Além disso, eles consideravam o serviço injusto com quem paga aluguel e impostos. A intenção não era proibir o comércio informal, mas normatizar para que fossem amparados pela legislação e para que não prejudicassem o comércio formal.

Em setembro de 2015 houve uma reunião importante na Prefeitura com o objetivo de regularizar a situação dos ambulantes segundo o Código de Posturas do Município. Com isso, os trabalhadores informais foram retirados das ruas. O comércio ambulante não é proibido, mas existem normas que precisam ser cumpridas. Contudo, outros comerciantes ocuparam o lugar dos que foram retirados das ruas.

O Vereador Paulinho Brasília levantou a questão na Casa: “Nos deparamos com vários ambulantes de fora, que não são de Viçosa, vendendo seus produtos. Não sou contra ninguém trabalhar, ganhar o seu dinheiro, mas a Lei tem que ser para todos. Se o ambulante de Viçosa não pode, para o de fora também não deve poder.”, declarou. Ele ainda questionou: “O que aconteceu? Quero saber por que o ambulante de fora está podendo trabalhar normalmente e o de Viçosa não? Os direitos são para todos.”, concluiu.

 

Texto: Lidiany Duarte
Foto: Anna Gabriela Motta
Revisão: Mônica Bernardi

error while rendering plone.comments