Vereadores discutem a questão do lixo

por Assessoria de Comunicação publicado 04/05/2016 10h19, última modificação 04/05/2016 10h19

As questões relacionadas à produção e descarte do lixo, além da limpeza urbana, foram discutidas durante a reunião Ordinária da terça-feira (03). O Professor Tarcísio Santana ocupou a Tribuna Livre para falar sobre o lixo na cidade de Viçosa e fomentou a discussão sobre o assunto na Casa Legislativa.

O cidadão viçosense afirmou que o Município tem sérios problemas com relação ao lixo, segundo ele: “A questão é seríssima, pois envolve questões sanitárias, ambientais e estéticas da cidade.”. Tarcísio pediu que a Câmara e os órgãos competentes tomem uma atitude: “A situação está uma vergonha, precisamos encontrar uma solução para o lixo”, salientou.

A Presidente da Câmara Municipal, Vereadora Marilange Santana Pinto Coelho Ferreira (PV) comentou sobre a importância do uso da Tribuna para tratar o assunto e declarou: “Estamos vivendo uma situação ruim com o lixo, me incomoda extremamente ver os resíduos espalhado pela nossa cidade.”. Ela solicitou que a Comissão de Agronegócio e Meio Ambiente, presidida pelo Vice-presidente da Casa, Vereador Carlitos Alves dos Santos (PSDB), faça uma reunião com o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Viçosa (SAAE) – autarquia responsável pela limpeza urbana, e se necessário que a Câmara realize uma Audiência Pública para discutir as questões do lixo. “Peço que a Comissão nos ajude nessa força tarefa”, pediu a Presidente.

Para ela: “É necessária uma ação efetiva do Poder Público e uma conscientização da população para resolver esse problema.”. Segundo Marilange: “Não é possível o SAAE trabalhar sozinho, não é possível só ações individualizadas. A taxa do lixo passou por esta Casa e foi aprovado o seu reajuste, mas isso que foi falado hoje é uma questão mais ampla.”, relatou. Ela também pediu ao Vereador Lidson Lehner Ferreira (PR), Membro da Comissão de Agronegócio e Meio Ambiente, que possa desenvolver uma discussão mais eficiente em relação ao assunto.

O Vereador Marcos Nunes Coelho Júnior (PT), Membro do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (CODEMA), também comentou, destacando que também é preciso uma conscientização da população sobre o descarte do lixo: “A prefeitura só limpa a cidade, quem suja somos nós.”. O Vereador Geraldo Luis Andrade (Geraldão) (PTB) fez uma crítica ao SAAE: “O cargo destinado à limpeza pública está em vacância desde outubro de 2015. A Lei que transfere a limpeza urbana do município para o SAAE deveria ser levada mais a sério pela autarquia.”, declarou.

 

Texto: Lidiany Duarte
Foto: Anna Gabriela Motta
Revisão: Mônica Bernardi

error while rendering plone.comments