Educação Infantil nas universidades é tema de Tribuna Livre

por Assessoria de Comunicação publicado 05/10/2016 11h55, última modificação 05/10/2016 12h50
05/10/2016

Com o retorno do uso da Tribuna Livre, durante as reuniões Ordinárias, pela população após o período eleitoral, a Educadora Infantil, que trabalha no Laboratório de Desenvolvimento Humano (LDH) da Universidade Federal de Viçosa (UFV), Laísa Medina Silva falou, nessa terça-feira (04), sobre a mobilização nacional em defesa das instituições de educação infantil nas universidades.

De acordo com a funcionária, as unidades de educação infantil são espaços de ensino para os estudantes da área e educam crianças de 0 a 5 anos. Ela também afirmou a importância do reconhecimento da educação infantil como princípio da educação básica, e que diante de desmanches de políticas públicas voltadas para a educação “não podemos nos calar e devemos fortalecer essa luta”, disse a profissional.

Laísa finalizou convidando a todos para participarem da mobilização nacional convocada pela Associação Nacional das Unidades Federais de Educação Infantil (ANUUFEI) que ocorrerá na segunda-feira (10). Em Viçosa, o evento acontece de 8h às 12h, no Gramado da UFV, junto com as crianças, pais e funcionários do LDH. O objetivo é manifestar o apoio a essas instituições.

A Presidente da Câmara Municipal, Vereadora Marilange Santana Pinto Coelho (PV), reforçou a importância do apoio da Casa Legislativa na questão, e solicitou que seja feito um documento que possa “fortalecer e posicionar o Legislativo Municipal de forma favorável à luta”.

O Vereador Geraldo Deusdedit Cardoso (Geraldinho Violeira) (PSDC) parabenizou, e agradeceu, a funcionária por abordar um tema tão importante para o município na tribuna.

Para o Presidente da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia, Vereador Idelmino Ronivon da Silva (Professor Idelmino) (PCdoB), que repercutiu a fala de Laísa, “o desmonte a educação infantil acontece não só na unidade da UFV, mas na comunidade de Viçosa e em todo país”. Idelmino, ressaltou ainda, que “esse assunto deve ser discutido porque a longo prazo as novas propostas para a educação levarão ao desmonte da educação pública”.

 

Texto: Camila Santos

Foto: Cleomar Marin

Revisão: Mônica Bernardi

error while rendering plone.comments