Vereadores discutem a situação dos Órgãos Estaduais

por Assessoria de Comunicação publicado 27/03/2019 17h03, última modificação 27/03/2019 17h03

A situação dos órgãos de atendimento à população foi tema da Palavra Livre. Os vereadores Helder Evangelista (Cherinho) (PTC), Geraldo Luís Andrade (Geraldão) (PTB), Secretário da Mesa Diretora, Antônio Elias Cardoso (PTB), Presidente da Casa Legislativa, e Idelmino Ronivon (Professor Idelmino) (PCdoB) demonstraram preocupação com relação a situação dos órgãos estaduais de prestação de serviço.

De acordo com o Vereador Helder foram encaminhadas a ele denúncias de cidadãos com relação as dificuldades na obtenção de Carteira de Trabalho na cidade, o que culminou em reuniões do parlamentar com o posto do Ministério do Trabalho de Viçosa e a Subdelegacia de Ponte Nova, a Secretaria de Desenvolvimento e o Sistema Nacional de Emprego (SINE) de Viçosa (foto), e posteriormente com o Prefeito Municipal, Ângelo Chequer, em busca de soluções para a situação.

                                                                                         Helder

Segundo Helder todos os órgãos mostraram-se solícitos, porém esbarram na falta de pessoal para a realização das atividades “liguei para o Prefeito e imediatamente ele se comprometeu a designar duas pessoas para a confecção das carteiras no SINE, e creio que dentro de quarenta e cinco dias teremos esse serviço em nosso Município”, afirmou. Helder ainda demonstrou preocupação com o sucateamento dos serviços de responsabilidade do Estado prestados à população viçosense, comparando a cidade com a vizinha Ponte Nova, que pelo último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) possui quase 20 mil habitantes a menos e dispõe de aparelhagem melhor no que tange a esses serviços “não tenho nada contra Ponte Nova, mas possuímos uma população maior, uma das melhores universidades do Brasil e alguns serviços inferiores, se for apenas para recolher impostos não precisamos de Estado”, concluiu.

O vereador ainda teve, durante a reunião, votada e aprovada a Representação n° 005/2019 encaminhada ao Deputado Estadual Roberto Andrade, em que solicita ao mesmo que interceda junto à Secretaria Municipal de Defesa Social na reestruturação da Polícia Civil para que esta tenha reais condições de atuar como Delegacia Regional no Município de Viçosa.

O Vereador Geraldão, que apresentou a Representação n° 008/2019 buscando a normatização da emissão das carteiras de trabalho, justificou alegando que o Município conta com o local, mas não está em pleno funcionamento, e reforçou a fala do colega Helder, salientando a importância da luta em conjunta dos parlamentares para resolver o problema “foi no mesmo propósito do Vereador Helder que representei junto à Procuradoria do Ministério do Trabalho, e creio que esse é o caminho para conseguirmos atender as demandas de nossa cidade, o trabalho em parceria dentro desta Casa”, disse.

 O Presidente Antônio Elias compactuou da opinião dos parlamentares, citando a necessidade de união dos poderes Executivo e Legislativo em prol da cidade, “precisamos sentar Executivo e Legislativo para tentar solucionar essas questões, pois apesar de ser responsabilidade do Estado, a culpa pela ausência desses serviços muitas vezes recai sobre o Município”, frisou. Já o Vereador Professor Idelmino relembrou sua luta pela implantação de um posto da Unidade de Atendimento Integrado (UAI) em Viçosa, como uma oportunidade para o fortalecimento da imagem do Município em caráter regional e estadual “estive reunido com o Secretário Estadual de Desenvolvimento e Gestão sobre a importância da unidade para a cidade, e entreguei um documento assinado pelo presidente. Agora, sugiro que uma comitiva da Câmara vá até a capital e reforce o pleito”, concluiu.

 

Texto: Igor Gama

Foto: Isabela Monteiro

Revisão: Mônica Bernardi

error while rendering plone.comments