Viçosa de Voluntários promove palestra "Arquitetura na Periferia"

por Assessoria de Comunicação publicado 02/12/2019 15h15, última modificação 02/12/2019 16h02

O Projeto 'Viçosa de Voluntários' promoveu, por iniciativa da Vereadora Brenda Santunioni (Progressistas), que preside a Comissão de Direitos Humanos, Prevenção e Segurança Pública, a palestra gratuita de construção civil para mulheres “Arquitetura na Periferia”, que aconteceu na manhã do sábado (30) com o apoio do Projeto Arquitetura na Periferia, de Belo Horizonte, realizado por intermédio do Instituto de Assessoria à Mulher e Inovação (IAMÍ).

A palestra foi ministrada pelas arquitetas urbanistas do Projeto, Carina Medonça e Mariana Borel, e contou com a participação do Chefe do Departamento de Turismo do Município, Rafael Coelho, de representantes dos cursos de Arquitetura e Engenharia Civil da União de Ensino Superior de Viçosa (UNIVIÇOSA), pesquisadores e estudantes da Universidade Federal de Viçosa (UFV) sobre o tema, além de moradoras do Município interessadas em reformar suas casas.

Durante o encontro, a equipe apresentou o Projeto realizado em Belo Horizonte, que visa melhorar a moradia de mulheres da periferia, apresentando-as às práticas e técnicas de projeto e planejamento de obras. De acordo com as arquitetas, a iniciativa tem como principais objetivos promover a melhoria da moradia para famílias de baixas renda, desenvolver em mulheres a capacidade de planejamento e estimular a autoestima das participantes “reunimos e capacitamos mulheres para que elas sejam independentes para reformar e construir suas próprias casas. Queremos que elas estejam unidas para compartilharem informações e cooperarem entre si nesse processo”, comentou Carina.

Após a apresentação, as participantes discutiram formas de implementar o Projeto em Viçosa, que contará com o apoio da Univiçosa, e a vereadora falou sobre a necessidade de modificação e regulamentação da Lei Nº 1637/2005, que institui o serviço de engenharia e arquitetura pública no Município. Para Brenda, a Lei deve ser regulamentada e adaptada para a realidade atual de Viçosa “precisamos implementar a habitação popular no Município de forma sustentável. Esse é o momento para nós, mulheres, nos unirmos como rede de apoio para trocarmos informações e atingirmos, juntas, esse objetivo”, disse a vereadora.

 

Texto e foto: Isabela Monteiro
Revisão: Mônica Bernardi

 

 

error while rendering plone.comments