Banco responde à Representação sobre tempo de atendimento

por Assessoria de Comunicação publicado 08/01/2020 10h35, última modificação 08/01/2020 10h57

Durante reunião Ordinária realizada no dia 17 de dezembro de 2019, o Vereador Helder Evangelista (PTC) apresentou, e teve aprovada, a Representação n° 020/2019 que solicita à Caixa Econômica Federal de Viçosa esclarecimento sobre o tempo de atendimento da cliente usuária da senha VEC108 do dia 11 de dezembro, que precisou esperar por quase duas horas para ser atendida no estabelecimento.

O vereador alertou sobre o tempo de espera extrapolar muito o estabelecido pela Lei Municipal n° 1772/2006 para algumas atividades específicas, como, por exemplo, o estipulado para os serviços de caixa, que é de no máximo 15 minutos, “gostaria que salientar que o atendimento de qualidade deva ser priorizado sempre, porque isso é um direito de todo cidadão. Logo, peço um retorno da Caixa quanto a esta situação, pois é importante sabermos o motivo de ter levado a essa demora”, frisou.

A Caixa Econômica Federal atendeu a representação, retornando no dia 2 de janeiro deste ano, esclarecendo que o atendimento solicitado pela cliente era destinado a serviços de ‘empréstimos e financiamentos’, os quais não são regidos pela Lei de atendimento e, dessa forma, não possui um tempo máximo estabelecido. “A Lei Municipal nº 1772/2006 que dispõe sobre o tempo de atendimento ao público nos atendimentos bancários, refere-se ao atendimento do usuário dos ‘serviços de caixas’, conforme Artigo 1, não se referindo a outros atendimentos bancários”, disse.

Por fim, a agência de Viçosa lamentou o ocorrido e alegou que no dia foram realizados um total de 489 atendimentos, devido à liberação do saque imediato do FGTS, “lamentamos o ocorrido e informamos que constantemente buscamos meios de aprimorar nosso atendimento. Continuamos à disposição para quaisquer outros esclarecimentos, se necessários”, finalizou.

Texto: Thiago Fernandes

Revisão: Mônica Bernardi

error while rendering plone.comments