Afastamento de profissional da saúde é explicado em reunião

por Assessoria de Comunicação publicado 11/03/2020 16h35, última modificação 12/03/2020 14h34

Durante a reunião Ordinária da terça-feira (10), o Vereador Edenilson Oliveira (MDB) comentou o caso do enfermeiro do Programa de Saúde da Família (PSF) do Distrito de São José do Triunfo (Fundão), Felipe Mota, referente à Indicação nº 108/2019 apresentada pelo parlamentar, e já aprovada em plenário. De acordo com Edenilson, Presidente da Comissão de Saúde e Assistência Social, e morador do distrito, “o profissional é acusado de não cumprir com sua função. Ocorreu uma denúncia médica, que corre sob segredo de justiça, e que gerou o afastamento do enfermeiro por um período de 60 dias, enquanto dura o processo de apuração”, explicou. Os Vereadores Helder Evangelista (PTC) e Antônio Elias Cardoso, Presidente da Casa Legislativa, comentaram sobre o assunto. Um movimento, com representantes dos moradores de São José do Triunfo, foi realizado na ocasião. 

O Vereador Edenilson ainda enfatizou o fato de que não compete 'mais' à Casa Legislativa a procedência do julgamento do enfermeiro, apesar de ele próprio defender o profissional da saúde, visto que foram encaminhados relatórios sobre o caso para o Ministério Público. Antônio Elias, concordou com o colega, esclarecendo aos presentes, que o movimento de cobrança aos vereadores para intervir favoravelmente no julgamento do enfermeiro não terá efeito, pois os legisladores não possuem mais poder de decisão no caso, que passa a ser de ordem judicial.

O Vereador Helder, Relator da Comissão de Saúde e Assistência Social, confirmou as afirmações de seu companheiro de casa e pediu a compreensão da população viçosense, em especial a comunidade de São José do Triunfo, "tudo a nosso alcance fizemos, mas retornar com o Felipe é uma ação da qual não temos poder. Conheço ele e sei o profissional competente e bom caráter que é. Em breve teremos um desfecho para situação e fico na torcida para que tudo se encaminhe da maneira mais justa possível", finalizou.

Encerrando a pauta no plenário, o Vereador Antônio Elias também salientou a intervenção do Vereador Helder Evangelista, a favor de Felipe, enquanto o caso não era de responsabilidade do poder judiciário, solicitando que o enfermeiro tivesse 'seu salário garantido e rapidez no processo'. O parlamentar finalizou pedindo à Comissão de Sindicância, da Prefeitura Municipal, “que tome muito cuidado, pois estamos julgando a vida de um trabalhador que atua há muitos anos”, demonstrando também sua vontade de que o profissional seja absolvido e retorne ao cargo.

 

Texto e montagem: Marcelo Zinato

Revisão e foto: Mônica Bernardi

error while rendering plone.comments