Vereador apresenta encaminhamentos sobre tráfego de veículos pesados

por Assessoria de Comunicação publicado 12/08/2020 09h25, última modificação 12/08/2020 10h12

Criticando a irregularidade e os futuros problemas que o tráfego de veículos pesados de mineração pode causar dentro do município de Viçosa, que não teve suas vias preparadas para este tipo de locomoção, o Vereador Idelmino Ronivon (Professor Idelmino) (PCdoB) apresentou, na reunião Ordinária da terça-feira (11), os encaminhamentos do encontro que debateu esse tema.

O vereador trouxe a pauta na primeira reunião Ordinária desse mês (04) preocupado com o intenso tráfego de caminhões de minérios da Avenida Joaquim Lopes de Faria. De acordo com a verificação de Idelmino, o tráfego desses veículos é irregular dentro de Viçosa e a localidade não foi projetada para suportar a quantidade de cargas que perpassa em todos os horários na região, além de prejudicar o bem estar dos moradores.

A reunião comentada pelo parlamentar, realizada na segunda-feira (10), contou com a participação de seus colegas vereadores, Sávio José (PT), Paulo Sérgio (Toti) (CIDADANIA) e Geraldo Luís (Geraldão) (Avante), representantes dos bairros Novo Silvestre, Silvestre e Santo Antônio, o Prefeito de Viçosa, Ângelo Chequer (PSDB) e demais representantes do Executivo Municipal, em específico membros da Diretoria de Trânsito (DIRETRAN). Ela foi exclusivamente sobre o assunto com o enfoque em buscar soluções para o problema.

Os encaminhamentos do encontro, destacados por Idelmino na Ordinária desta semana, foram  a produção de uma legislação para poder disciplinar o fluxo de veículos pesados no Município, que envolvam setores além da mineração, e a realização de uma Audiência Pública, seguindo todas as orientações sanitárias, chamando a atenção dos órgãos estaduais que liberaram a licença dessas mineradoras a realizar seu trânsito por aqui. “Minha preocupação sempre será o bem estar do viçosense e acredito que em breve teremos êxito na proteção de nossos espaços com esses impactos”, finalizou.

 *texto do estagiário Thiago Fernandes sob a supervisão de Mônica Bernardi

error while rendering plone.comments