Parlamentares discutem os problemas causados pela Pandemia

por Assessoria de Comunicação publicado 07/04/2021 15h03, última modificação 07/04/2021 15h03
Vereadores apresentaram indicações sobre o tema.

A Câmara Municipal realizou na noite da terça-feira (06/04), por solicitação do Presidente da Casa, Edenilson Oliveira (PSD) uma reunião Ordinária. O encontro aconteceu virtualmente, no horário do tempo regimental das 18 horas, e será disponibilizado no canal da Câmara no YouTube.

Como grande pauta e a necessidade de discussão do momento pandêmico, todos os vereadores comentaram sobre a situação de Viçosa mediante a Onda Roxa imposta pelo Governo de Minas. Além do mais, foram apresentadas indicações solicitando algumas ações do Executivo Municipal.

O Presidente Edenilson Oliveira, em sua fala mostrou que ‘’nós estamos dentro do programa Minas Consciente, do Governo do Estado, e a abertura do comércio não depende de nós. A Onda Roxa é impositiva e nós devemos seguir o que o Governo exige. O que nós temos observado nas ruas de Viçosa é aglomeração por toda a parte, principalmente na fila de bancos. A fiscalização tem que ir para a rua e orientar as pessoas quanto ao distanciamento e os cuidados necessários’’.

A Vereadora Jamille Gomes (PT) apresentou a Indicação nº 147, de sua autoria, em que a mesma requer intervenção junto à Secretaria Municipal de Assistência Social, para que seja encaminhado à Câmara dados referentes às famílias que estão em situação de extrema pobreza em Viçosa. Segundo a vereadora, ‘’cabe a esta Casa exercer sua função fiscalizadora, por isso estou pedindo ao Executivo a quantidade de famílias assistidas pela Secretaria de Assistência Social e a caracterização das mesmas, como: renda per capita, quantidade de crianças e respectiva idade, bem como se estão matriculadas em escola ou creche, e se recebem algum auxílio financeiro (Bolsa Família e outros)’’.

Outra Indicação, de nº 142, que tem como autor o Vereador Robson Souza (Cidadania), solicita ao Prefeito Municipal e a Secretaria Municipal de Saúde que os agentes de limpeza pública da cidade, além dos membros da Associações de Catadores de Viçosa (ACAMARE e ACAT) e os coveiros sejam incluídos no grupo prioritário para receber a vacina contra a covid-19. Segundo Robson, ‘’essa solicitação se faz necessária uma vez que estes profissionais estão em contato constante com o vírus’’. 

O Vereador Marcos Fialho (DEM) salientou que ‘’no dia 23 de fevereiro eu também havia feito uma indicação nesse sentido, pedindo uma atenção aos agentes de limpeza porque já havia casos de contaminação deles no ambiente de trabalho. No dia 19 de março refiz novamente o ofício com esse pedido porque naquele momento 33% de todos os agentes do SAAE estavam afastados do serviço por estarem contaminados. A solicitação é extremamente pertinente, então eu espero que a demanda seja atendida’’. O Vereador Rogério Fontes (PSL) frisou em sua fala ‘’a importância tanto dos agentes de limpeza quanto dos coveiros serem vacinados, já que são linha de frente no combate a covid’’ e o Presidente Edenilson reforçou essa necessidade. A Indicação do Vereador Robson recebeu a assinatura de todos os vereadores da Casa Legislativa.

Na quarta-feira (07/04) o Vereador João Januário (Cidadania)  encaminhou um ofício ao Secretário Municipal de Saúde, Júlio Cotta, solicitando que se possível sejam incluídos na prioridade da vacinação os profissionais que trabalham em funerárias. 

*texto da estagiária Melina Matos com supervisão de Mônica Bernardi


error while rendering plone.comments